fundo parallax

Problemas com telas de celulares, tabletes..

 

Este é um tema que volta ao debate e para o qual inúmeros pesquisadores estão chamando a atenção dos oftalmologistas e dos usuários de telefones celulares e tabletes.


H Há mais de 25 anos já conhecíamos os efeitos deletérios da irradiação ultravioleta para os olhos, provocando não só a esclerose do cristalino humano e, por desdobramento, precipitando a formação de catarata, mas também danos para a região mais nobre da retina, conhecida como mácula. Esta diminuta região no pólo posterior do globo ocular concentra o maior número de cones e necessita ser estimulada pelos feixes luminosos para alcançar uma boa percepção visual. Portanto, é na mácula que se processa a visão central. Os cones não funcionam bem em ambientes mal iluminados, daí ao se entrar num cinema, por exemplo, não se consegue de imediato perceber se a cadeira em frente está vazia ou ocupada. São outras células retinianas, conhecidas como bastonetes e que se localizam na periferia da retina, que podem funcionar em ambientes menos iluminados.

Mas a exposição excessiva e por longos períodos ao sol, acaba por provocar sensíveis danos ao conjunto de fotoreceptores chamados de cones, acabando por desenvolver a degeneração macular relacionada a idade (em inglês, ARMD – age related macular degeneration .... em português, DMRI).

O que os pesquisadores agora nos chamam a atenção é para redobrarmos a vigilância com um feixe de irradiação dentro de espectro visível da luz, ou feixe azul, que também pode acarretar a mesma DMRI. E este tipo de luz está presente principalmente nos tabletes e telefones celulares!

De acordo com Ajith Karunarathne, PhD, do Departamento de Química e Bioquímica da Universidade de Toledo, de Ohio, USA, publicado no trabalho “Blue light excited retinal intercepts cellular signaling, Sci Rep. 2018; 8; 10207” é que:


tal feixe de luz produz danos à retina e que é possível agora explicar como este fato se processa.

Para ele e seus associados:


reações químicas ultra complexas produzem danos estruturais aos fotorreceptores, levando à morte celular.

Sua recomendação:


usar óculos com filtros UV e também com filtros para luz azul, principalmente ao manipular com telefones celulares por longos períodos. Ou, no celular, em Configurações, buscar Visor, e ativar a redução de exposição dos olhos a tal luz azul!